NOSSA HISTÓRIA

1891
1940
1943
1952
1973
2004
2011
2012
2013
2014
2015
2016
2018

1891

Foi no final do século XIX, por volta de 1890, que a família Bellodi chegou em Jaboticabal. Como tantos outros imigrantes que vinham para o Brasil, começaram a trabalhar no plantio do café.

Usina Santa Adélia

1940

Neste período, a família inicia o plantio da cana-de-açúcar na Fazenda do Coco para produção de rapadura, aguardente e açúcar. Na foto, Adele e Anselmo, os patriarcas da família, com os filhos Arístides, Gino, Ivo, Giácomo e Fermo. Ao fundo, a fábrica de raspa de mandioca em operação, com engenho de pinga ao lado.

Usina Santa Adélia

1943

A empresa parte em rumo à industrialização. Tratores substituem os antigos carros-de-boi, novos equipamentos são adquiridos para a produção de açúcar cristal e, o melaço, que até então eram vendidos para uma indústria de fermentos.

Usina Santa Adélia

1952

Rótulo do açúcar filtrado marca Santa Adélia, aprovado em 1952 pelo Serviço de Policiamento da Alimentação Pública, da Secretaria da Saúde Pública do Estado de São Paulo.

Usina Santa Adélia

1973

A Usina Santa Adélia passa por um processo de modernização no qual os investimentos em tecnologia, equipamentos, automação e qualidade resultaram em uma arrancada para o crescimento.

Usina Santa Adélia

2004

Em busca de maior competitividade e aumento de produção, a Santa Adélia expande suas atividades com a construção da Usina Santa Adélia Pereira Barreto.

Usina Santa Adélia

2011

  • A Usina Santa Adélia recebe a certificação mundial da Bonsucro (Better Sugarcane Initiative), considerada um importante passaporte para exportação de açúcar e etanol, ao garantir as melhores práticas de sustentabilidade durante o processo produtivo. O padrão Bonsucro avalia os impactos da produção de cana-de-açúcar na biodiversidade, no ecossistema e nos direitos humanos, além do cumprimento às exigências legais e à melhoria contínua nos processos de produção.
  • A Usina Santa Adélia inaugura o “Centro de Treinamento” instalado em Jaboticabal, equipado com salas multimídias, laboratórios de manutenção e um Simulador de Colheita Mecanizada. Na programação, estão treinamentos como: formação da liderança em mecânica básica, motoristas, operadores de máquinas agrícolas, mecânicos e práticas de gestão.
  • A empresa realiza a fusão com a Pioneiros Bionergia S/A, ampliando sua produção e gerando ganhos de escalas.

Usina Santa Adélia

2012

Em 2012, a Usina Santa Adélia conquistou a certificação FSSC 22000 (Food Safety System Certification), englobando a sua gestão um padrão de qualidade segundo a norma ISO 22000 (Sistema de Gestão da Segurança de Alimentos). Esta certificação é aceita mundialmente e atesta a fabricação de produtos seguros e saudáveis para o consumo humano. A FSSC 22000 trata da junção das normas NBR ISO 22000:2006 mais a complementação através da ISO/TS 22002-1:2012, que, juntas, compõem um esquema de certificação para Sistemas de Segurança de Alimentos, que é reconhecido pela GFSI (Global Food Safety Initiative).

2013

Prêmio Empresas Campeã de Produtividade.

A Usina Santa Adélia recebeu o Prêmio Empresas Campeãs de Produtividade Safra 2012/13, durante o 15º Seminário de Mecanização e Produção de Cana-de-Açúcar, em Ribeirão Preto. Esta foi a 9ª vez que a empresa recebeu o certificado. A premiação é uma realização do Grupo IDEA e a classificação das empresas é elaborada pelo Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), que classifica as 11 melhores usinas da região Centro-Sul do Brasil em produtividade.

Os critérios utilizados para a escolha das melhores contemplam produtividade agrícola, o teor médio de sacarose expresso em ATR e idade média do canavial. Além disso, são considerados os dados relativos a cortes sem a cana bisada.

Vista geral da Usina Santa Adélia Jaboticabal (matriz).

Usina Santa Adélia

2014

  • Como signatária do Protocolo Agroambiental do Estado de São Paulo, a Usina Santa Adélia realiza sua primeira safra sem empregar o fogo na colheita da cana-de-açúcar.
  • Em 2014, a Usina Santa Adélia recebeu a Certificação Kosher, que atesta que os produtos fabricados pela empresa obedecem às normas específicas que regem a dieta judaica ortodoxa. Ele é mundialmente reconhecido e atribuído como sinônimo de controle máximo de qualidade.

2015

Diante do cenário econômico, a busca por novos resultados, por padrões de excelência e por uma mudança no patamar empresarial fez com que a Usina Santa Adélia desenvolvesse e adotasse seu Modelo de Gestão pautado em três pilares: estratégia, pessoas e operações, com o envolvimento de todos os níveis da organização consolidando a cultura voltada para resultados.

2016

Lançamento do Programa VOAR
O VOAR visa a Excelência Empresarial através de uma cultura de melhoria contínua. Conhecendo cada vez mais os nossos produtos, processos e serviços podemos eliminar os desperdícios e buscar constantemente tomar decisões baseadas em fatos e dados, para assim garantir o atendimento às necessidades de nossos clientes internos e externos. O VOAR é composto por projetos que se complementam, entre eles o Projeto Sapiems, Programa Liderança com Excelência e Programa Mudar para Melhor. E outros projetos virão.

2018

Prêmio Coca-Cola
Em 2018, a Usina Santa Adélia foi condecorada de acordo com sua posição no Ranking de Fornecedores de Açúcar do Sistema Coca-Cola Brasil, baseado no Supplier Maturity Continumm (SMC), como um dos melhores fornecedores de açúcar cristal no ciclo 2017/2018. Esta premiação atesta que todas as etapas do processo produtivo, da cana à industrialização, têm buscado constantemente o compromisso com a melhoria continua.