Categoria

Notícias

Usina Santa Adélia de Pereira Barreto promove culto ecumênico de Início de Safra

De | Notícias | Sem comentários

Para iniciar a safra com o pé direito, hoje os colaboradores de Pereira Barreto foram reunidos em um culto ecumênico para agradecer por todos os setores, áreas, líderes, operadores e acionistas, que sempre cumprem suas atividades com zelo e atenção. Somos conscientes de que precisamos nos unir ao senhor e entre nós, em prol da superação de todos desafios para conseguirmos resultados com segurança, excelência, ética e sustentabilidade.

Mulheres unidas mais um ano!

De | Notícias | 2 Comentários

Na manhã do último dia 8, as colaboradoras das três unidades do grupo Santa Adélia se reuniram em um café da manhã especial parar comemorar o Dia Internacional das Mulheres.

Durante o encontro, as participantes compartilharam experiências e ouviram outras profissionais que atuam em cargos ocupados por homens, na maioria das vezes.

O time feminino também aproveitou a oportunidade para expor as dificuldades enfrentadas no dia a dia e para unir forças, a fim de conquistar ainda mais espaço em meio à sociedade.

Recursos Humanos em desenvolvimento contínuo

De | Notícias | 5 Comentários

A manhã do dia 09 de fevereiro foi marcada pelo III Encontro de Recursos Humanos, que reuniu cerca de 30 colaboradores das três unidades do grupo Santa Adélia.

Durante o dia, os profissionais participaram de um treinamento sobre aspectos comportamentais para constituírem um time Outlier. Além disso, também houve apresentação do planejamento estratégico para o próximo ano safra e das principais entregas da área.

Trainees participam de mais um encontro do Programa Liderança com Excelência

De | Notícias | Sem comentários

O Programa Trainee da Usina Santa Adélia segue a todo vapor. No último dia 14, todos os trainees da organização se reuniram em mais um encontro para realização de um módulo do Liderança com Excelência.

Por meio de prática e teorias, nossos profissionais recém-formados falaram sobre liderança situacional, construção de equipes e motivação. O conteúdo foi ministrado pela gerente de SSMA, Suprimentos e Excelência Empresarial, Edmara Marques Rodrigues da Silva. Este tipo de ação reforça o quanto a Santa Adélia se preocupa com a trilha de carreira que cada um destes jovens pode traçar, em diferentes áreas da empresa.

Etanol hidratado sobe 7% nas usinas e remunera mais que anidro pela 1ª vez na safra

De | Notícias | Sem comentários

O preço do etanol hidratado nas usinas avançou 7,09 por cento entre 11 a 15 de fevereiro, remunerando pela primeira vez mais que o etanol anidro na atual safra, informou em análise nesta segunda-feira a Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP).

De acordo com os indicadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) da instituição, o valor sem impostos do etanol hidratado fechou a semana em 1,6921 reais por litro, enquanto o anidro registrou 1,7586 reais o litro, alta de 3,59 por cento ante a semana anterior.

O centro de pesquisa afirma que esta foi a primeira vez desde o final de março de 2018, ainda durante a safra 2017/18, que o etanol hidratado superou o anidro em termos de remuneração – na semana analisada, a vantagem foi de 2 por cento.

“O impulso aos preços vem da demanda aquecida – na semana passada, as aquisições envolveram grandes volumes, tanto em São Paulo quanto em outros estados da região Centro-Sul”, diz a análise.

“Além disso, usinas estão bastante firmes nos valores de venda, quase sem diferencial logístico entre as regiões produtoras”, completa.

Para o consumidor, dados da Agência Nacional de Petróleo (ANP) de 10 a 16 de fevereiro mostram que nas bombas de São Paulo o preço médio da gasolina C foi de 3,966 reais por litro, e o do etanol, 2,559 reais o litro, com relação média de preços de 64,5% favorável ao consumo de biocombustível.

Se os preços do etanol têm subido na usina, o valor da gasolina da Petrobras nas refinarias também está avançando.

A Petrobras elevará em 2,5% o preço médio da sua gasolina a partir de terça-feira, para 1,5970 real por litro, o maior nível em quase dois meses.

 

Fonte: Nova Cana.

Preço do açúcar cristal tem alta de 0,34% nas usinas paulistas, diz Cepea

De | Notícias | Sem comentários

Enquanto o etanol hidratado tem remunerado as usinas cada vez mais, em relação ao açúcar cristal, análise da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP) aponta que tanto oferta quanto demanda “não têm sido volumosas”, o que faz com que os negócios se mantenham calmos no spot.

Os cálculos do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) indicam que entre 21 e 25 de janeiro a média do açúcar cristal foi de 69,02 reais por saca de 50 kg, alta de 0,34 por cento ante a semana anterior.

“De maneira geral, não têm sido observadas mudanças significativas que possam causar oscilações mais expressivas nos preços médios”, diz. “A maior movimentação no mercado são as entregas do açúcar contratado em períodos anteriores”.

 

Fonte: Nova Cana.

RenovaBio integra prioridades da nova gestão do MME

De | Notícias | Um comentário

O ministro de Minas e Energia (MME), Bento Albuquerque, no último dia 24 que a continuidade da implementação da Política Nacional de Biocombustíveis (Renovabio) está entre as ações prioritárias da pasta, “promovendo segurança no abastecimento, com sustentabilidade e preços competitivos”.

Em audiência com o setor de petróleo, gás e biocombustíveis, o ministro ouviu as principais demandas setoriais e destacou o diálogo entre governo, empresários e sociedade como central para a gestão 2019-2022 do MME.

A ampliação “gradual e competitiva” da mistura obrigatória de biodiesel ao diesel fóssil também foi apontada como prioridade do governo.

 

Fonte: Nova Cana

Etanol reduz impacto da poluição na saúde

De | Notícias | Sem comentários

“Se eu tivesse o poder de substituir o diesel de todos os veículos, não pensaria duas vezes e investiria em etanol.” A afirmação é do médico patologista e especialista em poluição atmosférica, Paulo Saldiva, que dirige o Instituto de Estudos Avançados (IEA) da Universidade de São Paulo (USP).

Segundo o pesquisador, um em cada dez infartos na capital paulista está ligado à poluição do ar, o que resulta em 4 mil mortes prematuras por ano. Os efeitos do ar poluído respondem por 12% das internações respiratórias, sendo o setor de transportes responsável por 14% das GEE (Gases de efeito estufa).

Quem convive com o tráfego das metrópoles inala partículas tóxicas expelidas pelos veículos movidos a diesel e a gasolina que ficam suspensas no ar. Estudo do Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA) aponta que, só na cidade de São Paulo, os carros representam 73% dos gases poluentes presentes na atmosfera.

De acordo com um estudo de 2013, conduzido por Saldiva para a USP, se os veículos da capital consumissem apenas gasolina, o custo anual para o Sistema Único de Saúde (SUS) seria de, no mínimo, R$ 380 milhões apenas para os cuidados relacionados com doenças do sistema respiratório.

 

Etanol reduz poluição em 50%

É fato que a substituição de combustíveis fósseis por energia limpa tem o potencial para reduzir a poluição nos grandes centros, já que os carros movidos a biocombustível emitem bem menos CO2 (dióxido de carbono) do que os motores a diesel ou a gasolina.

Em outra pesquisa da USP citada por Saldiva, para os próximos 12 anos, o etanol sozinho proporcionaria uma redução adicional de emissões estimadas em 571 milhões de toneladas de CO2. Para a saúde, isso evitaria 11 mil internações e quase 7 mil mortes no período. Segundo o estudo, haveria uma economia de até US$ 23 milhões para o SUS.

Por ser uma fonte limpa, o etanol – popularmente conhecido como álcool – contribui para manter a qualidade do ar, inclusive, no tipo de segunda geração (E2G), obtido por meio de biomassa, como a palha e o bagaço da cana-de-açúcar. Para Saldiva, se a cidade trocasse os combustíveis fósseis da frota veicular por etanol, a poluição cairia 50%. “Melhor ainda se essa resolução fosse aliada a um macroprojeto de mobilidade urbana”, defende o pesquisador.

Fonte: Copersucar.

Venda de etanol é recorde na região Centro-Sul

De | Notícias | Sem comentários

A comercialização de álcool somou 1,79 bilhão de litros em dezembro na região centro-sul, 25% mais do que em igual período anterior.

Para a Unica (União da Indústria de Cana-de-Açúcar), os preços favoráveis do derivado de cana impulsionaram as vendas. O valor médio atual do etanol no país corresponde a 65% do da gasolina. Dependendo dos modelos de carro, a utilização do álcool é favorável até uma paridade de 73%.

Desde o início da safra, em abril passado, as vendas de etanol já somam 23,1 bilhões de litros no centro-sul. Desse volume, 16,2 bilhões foram de etanol hidratado.

 

Fonte: Folha de S. Paulo